BIOGRAFIA - JERIEL

BIOGRAFIA



                                contatos

Celular: (96) 9 9115-1376
E-mail: jeriel.art@hotmail.com

                              webs sites

www.minhaartejeriel.blogspot.com                                           
www.facebook.com/@JerielArtistaPlastico
www.instagram.com/@jeriel.artista.plástico
www.g+.com.br/jerielartistaplástico
www.pinterest.com/JerielArtistaPlástico
www.twitter.com/@JerielArt 





                                  JERIEL     [Macapá, 1979]



Jeriel é um dos principais nomes do grupo de artistas contemporâneo amapaense e possuidor de um potencial criativo na pintura e no desenho, é também gravurista e ilustrador, e atua como Professor de Artes Visuais; ver na Arte uma forma do ser humano expressar a realidade vivenciada por ele.
Na década de 1990, em sua infância, fascinou-se com as histórias contadas por dona Maria José1, mulher simples, ribeirinha, sua mãe, certamente uma de suas fontes de inspiração, pois foi embalado por essas narrativas, que ele deu suas primeiras rabiscadas no universo das cores e expressa a força da Floresta Amazônica e do povo caboclo, guerreiro e admirável.
Em 1994, ingressa no Curso Livre de Desenho e Pintura da Escola de Artes Cândido Portinari, e conclui em 1996, e desde então exerce as artes plásticas. E na busca de inspirações utiliza em suas obras temas inspirados na fauna, flora, e a cultura amapaense e a vida do caboclo, pois para ele o artista é a essência do seu cotidiano e a força da sua cultura.
Em 2009 ingressa a esfera acadêmica e gradua-se em 2012 no curso de Artes Visuais pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), onde passa a desenvolver novos estudos e experimentações em suas produções artísticas. Dedicado e obcecado em produzir suas obras, passou a fazer diversos experimentos em sua pintura e técnica de composição de cores, levando em conta o clima da Amazônia, assim, pois, Um bom artista necessita está presente em seu tempo e espaço.
Diante dessa necessidade, cria uma identidade pessoal e idealiza um estilo próprio na qual marcaria sua história artística. A tendência é contemporânea e passa a compor obras de cores vibrantes e eletrizantes, mas é em 2013 que lança a Exposição Figurações que traria 20 obras inéditas compostas de uma policromia de vivência ribeirinhas e entre outras realidades do Amapá.
O estilo é a Pop Art Tucuju, marcado pela contextualização do cotidiano dos ribeirinhos e pelas manifestações culturais e festivas do batuque e Marabaixo. Jeriel traduz em arte suas próprias emoções e vivências onde se interessou pelos diferentes modos de representação e produção da iconografia, trazendo à tona uma consciência a respeito da memória, do conhecimento e da percepção.




[1] Em memória. 02/01/1952  †15/05/2017
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ATELIÊ VIVO - O cotidiano amapaense nas cores da POP ART TUCUJU

GRANDE SORTEIO LINDA OBRA DE ARTE